Conheça as tendências para o varejo do futuro pós-pandemia

Conheça as tendências para o varejo do futuro pós-pandemia

O varejo do futuro já começou. Afinal, a pandemia fez com que vários setores tivessem que se adaptar, de modo a se adequar ao “novo normal”. As principais mudanças afetaram o modo de consumo, os canais de atendimento e abriu portas para a tecnologia. 

Entenda os impactos pós-pandemia no varejo

A pandemia da COVID-19 colocou em prática processos que seriam vistos somente num futuro um pouco distante, ou seja, somente daqui a alguns anos. Por exemplo, tais mudanças dizem respeito a:

  • Infraestrutura do comércio;
  • Forma de pagamento;
  • Maneira de atender os clientes durante todas as etapas de compra.

O foco principal é oferecer a melhor experiência para o cliente. Em seguida, superar todos os desafios que surgirem durante a venda.

Segundo os dados da SBVC, os investimentos dos varejistas em transformação digital cresceram 87%, em comparação com o ano passado. Dessa forma, as vendas aumentaram 74%. 

As maiores empresas do Brasil investiram 94% no setor de soluções de pagamento, 77% em análise de dados virtuais e 51% em logística.

Transformações que vieram para ficar

As novas formas de consumo mudaram de tal maneira que é impossível voltar a ser o que era antes da pandemia. Aliás, uma área essencial do comércio, o marketing, tem se ajustado segundo as exigências dos clientes, com tendências como:

  • Atendimentos automatizados;
  • Ofertas personalizadas;
  • Compras pelo smartphone.

Conceito de negócios e tecnologia do varejo do futuro pós-pandemia..

A importância de automatizar as vendas na loja física para o varejo do futuro 

Esse passo é essencial para que você cresça nesse mercado que é tão competitivo. Assim, adicione a tecnologia em seu ambiente físico para tornar os processos de vendas bem mais rápidos.

Até porque é um atendimento mais eficiente que os clientes buscam, essa é a tendência atual e também para o varejo do futuro. Aliás, são várias as opções disponíveis para você agregar em seu comércio físico, veja alguns exemplos a seguir.

Self-checkout

Nesse sistema, o cliente passa as próprias compras no caixa e faz o pagamento, sem qualquer intervenção de um atendente.

Essa é uma ótima ferramenta para você automatizar as suas vendas e uma grande marca que aderiu a ela é o Grupo Pão de Açúcar.

Catálogos digitais

Graças a esse recurso, o cliente não precisa mais recorrer a um funcionário sempre que não encontrar um produto.

Ou seja, por meio de computadores ou tablets espalhados de modo estratégico em sua loja, com o catálogo aberto, o próprio cliente é capaz de localizar o que deseja.

Gestão de estoque automatizado

Um estoque automatizado melhora o processo de vendas, pois este se torna mais eficaz. Além disso, o varejista tem um controle maior sobre a saída de suas mercadorias.

Como a experiência do cliente vai interferir nas vendas do setor

Uma das maneiras de fidelizar clientes e ter um bom volume de vendas, é oferecendo uma ótima experiência de compra. Isso tanto em lojas físicas quanto virtuais. Por isso, o varejo do futuro deve focar:

  • Em um bom atendimento;
  • Uma entrega rápida;
  • O máximo conforto para o cliente.

Para os comerciantes que vendem pela internet, sem dúvida, é importante se ligar em alguns elementos essenciais como:

  • Formas de pagamento flexíveis;
  • Um site bem otimizado;
  • Frete eficiente.

Mudanças no comportamento de compra do cliente

É aqui que entra a melhor estratégia para que o seu cliente tenha uma experiência personalizada e interativa, a Omnichannel

Na pandemia, o Google teve um grande aumento nas pesquisas sobre restaurantes e comércios de delivery. Aliás, 66% dos clientes afirmaram terem usado esse buscador para encontrar informações sobre diferentes locais.

Ou seja, muitas redes de supermercados adaptaram suas vendas em apps. Mesmo a passos lentos, tal processo tem se mostrado uma experiência eficaz para os clientes, afinal, oferece a eles, antes de tudo, praticidade e autonomia.

Varejo do futuro quer integrar comércio físico e virtual

Como você viu até aqui, não há dúvidas de que o e-commerce continuará tendo uma presença forte na vida dos clientes. No entanto, isso não significa que as vendas físicas vão perder a relevância. Na verdade, é bem o oposto. 

Um exemplo disso, é a gigante Amazon. Pois mesmo com um e-commerce de sucesso, a mesma inaugurou várias filiais físicas com diferentes temas.

Outra grande varejista a aderir a essa estratégia de unir ambos os ambientes é a Magazine Luiza. Mas, a mesma continua investindo em seus espaços físicos, o que só prova que um canal alimenta o outro.

Todos esses exemplos reais mostram a importância de unir o meio físico e o digital, invés de criar barreiras. Assim, dê ao seu cliente a opção de comprar online e retirar na sua loja física.

Faça com que ele tenha acesso aos seus produtos e serviços, independente do canal que ele escolher. 

Close-up na mão do empresário pressionando a tela do tablet digital com feedback de classificação de cinco estrelas para dar um excelente conceito de trabalho do varejo do futuro.

A opinião dos clientes afeta diretamente as vendas

Tudo é interligado, por exemplo, a qualidade do seu atendimento, afeta de modo direto na sua quantidade de vendas e como resultado, em seu lucro. 

De acordo com uma pesquisa da Zendesk, 98% dos clientes declararam que serem atendidos de modo ruim afeta o seu comportamento de compra, por sua vez:

  • 57% dos clientes não comprariam mais naquele comércio;
  • Outros 47% fariam uma avaliação negativa para outras pessoas;
  • 50% passariam a comprar em outros varejos.

Tais indicativos deixam claro o quanto o tratamento dado aos seus clientes é essencial para as suas vendas e como consequência, para o sucesso ou fracasso do seu negócio. Um cliente satisfeito oferece vantagens, afinal:

  • São fidelizados pela empresa;
  • Ficam menos interessados em promoções de concorrentes;
  • Acabam comprando com mais frequência;
  • Falam bem do seu estabelecimento para amigos e familiares.

Novas adaptações do varejo, da loja aos colaboradores

É muito importante investir em tecnologia e inovação nas lojas físicas, de modo a oferecer a melhor experiência ao cliente. Por exemplo, quando se trata de vendas é essencial providenciar soluções práticas como:

  • Pagamento por aproximação;
  • Cartão;
  • Pix.

Portanto, a sua equipe de funcionários também não pode ficar de fora das mudanças. Dessa maneira, capacite-os e tenha um time preparado com amplo conhecimento na área de TI. 

O futuro do varejo é unir os meios digital e físico

Ficou claro aqui que a pandemia do coronavírus apenas acelerou processos que estavam gradualmente começando a ser aplicados no setor de varejo. Um exemplo disso, são os canais de vendas pela internet.

Além disso, engana-se quem pensa que seriam úteis apenas no período de distanciamento social. Pois, eles vieram para ficar e como agradou os clientes, cada vez mais varejistas vão aderir.

Dito isso, a tecnologia presente em ambos os ambientes sempre foi o futuro do varejo, só que chegou um pouco antes do que todos imaginavam. 

E, para aproveitar todo o potencial que ela tem a oferecer, conte com a SAX, líder em métricas de CX, para fazer uma avaliação das suas operações. Vamos juntos tornar o digital um grande contribuinte para o seu sucesso.

Quer materiais gratuitos?

Fique por dentro das
novidades

Assine a nossa newsletter e receba em primeira mão todos os conteúdos e estratégias para o sucesso da sua empresa.

Fique por dentro das novidades
Newsletter

Quer saber mais sobre Métricas de Experiência do Cliente?

Newsletter Newsletter